5 Dicas de Gestão de tempo para melhorar as suas aulas

gestão de tempo

Fazer a chamada, corrigir as tarefas, recolher os trabalhos e iniciar a explicação do novo conteúdo. De repente, um aluno levanta a mão. A dúvida dele suscita uma discussão acalorada entre a classe. Quando o professor se dá conta, toca o sinal que anuncia o fim da aula. Quem nunca passou por uma situação como esta? Por essa razão a gestão de tempo é tão importante.

Afinal, é frustrante para o educador quando a aula não sai conforme o planejado. Ainda mais quando se tem apenas uma hora – ou até menos – para ensinar um conteúdo. Por isso, a gestão de tempo é fundamental para que o docente saiba o momento certo de desenvolver cada atividade.

O problema é que, muitas vezes, além de administrar o conteúdo a ser ensinado, o professor tem de lidar com a indisciplina de alguns estudantes. E tudo fica ainda mais complicado quando se trata de uma sala de 30, 40 ou até 50 alunos.

Por saber dessa dificuldade comum entre os professores, decidimos criar este artigo. Nosso objetivo aqui é mostrar a você como a gestão de tempo contribui para que suas aulas sejam mais produtivas. Além disso, oferecemos algumas dicas para ajudar você a gerenciar melhor seu tempo em sala de aula. Confira!

O poder da gestão de tempo em sala de aula

A forma como o tempo é empregado em sala de aula tem impacto direto sobre a qualidade do ensino. Com uma aula desorganizada, o professor dificilmente alcançará os objetivos pretendidos.

gestao-tempoMas, para começar, os educadores brasileiros gastam em média 20% do tempo de aula apenas colocando ordem na classe. Outros 13% são ocupados com assuntos administrativos, como chamada, visto em tarefas, etc. Enfim, sobram apenas 67% para serem aproveitados.

Só com a gestão de tempo adequada o educador consegue cumprir as metas estabelecidas. Além disso, o docente ganha tempo para desenvolver outras atividades que possam favorecer a fixação do conteúdo.

Lembra do aluno que levantou a mão para fazer uma pergunta no início deste texto? Se o professor estiver com o cronograma sob controle, pode até incentivar os estudantes a discutirem o tema, sem prejuízo ao andamento da disciplina.

Como gerenciar melhor o tempo de aula

Lidar com a indisciplina de alguns estudantes, com as tarefas burocráticas do professor e ainda aproveitar bem o tempo de aula pode parecer um grande desafio. No entanto, algumas práticas quando incorporadas à rotina do educador, podem contribuir para a construção de aulas mais produtivas.

Veja agora as 5 dicas de gestão de tempo que preparamos para ajudar você a organizar melhor suas aulas:

1. Planeje suas aulas com antecedência

Pode parecer óbvio, mas é muito comum que professores (principalmente aqueles mais experientes) conduzam suas aulas sem qualquer planejamento. Dar uma aula, no entanto, não se resume apenas a seguir uma sequência proposta no livro didático.

Para prender a atenção dos alunos, é essencial utilizar outros recursos que complementem o processo educativo. O tempo de aula, portanto, deve ser dividido entre as diferentes atividades que serão desenvolvidas no dia.

Sendo assim, o ideal é elaborar um plano de aula com começo, meio e fim. Tão importante quanto isso é calcular o tempo para cada uma das atividades. Ao final, essa conta deve preencher a totalidade do período de aula.

2. Procure conhecer bem suas turmas

Cada turma se comporta de uma maneira diferente. Nenhuma é igual a outra. Por isso, é fundamental conhecer o perfil de cada classe para saber o que funciona melhor para aqueles estudantes.

Esse conhecimento, é claro, se adquire com o tempo. Portanto, procure observar atentamente suas turmas para compreender que tipo de atividade pode ser realizada para engajar os estudantes.

Fazendo isso, seu planejamento de aula será mais assertivo. Consequentemente, você conseguirá aproveitar melhor seu tempo com a classe.

3. Assuma o controle da aula

É comum que o professor passe atividades como exercícios, redações e dinâmicas em grupo. Acontece que, muitas vezes, é neste momento que a classe dispersa e gasta-se mais tempo que o previsto.

Portanto, com o planejamento montado, é preciso que a aula seja conduzida conforme foi idealizada. Para isso, é necessário ter controle sobre cada uma das etapas, de modo que tudo seja realizado dentro do tempo previsto.

Ao passar uma atividade, informe aos alunos quantos minutos eles terão para conclui-la. Aqui, o importante é que a tarefa não ocupe mais que o período previsto no planejamento inicial. Sendo assim, passado o tempo estipulado, volte a conduzir a aula normalmente.

4. Otimize o tempo das atividades burocráticas

Fazer chamada e entregar provas e trabalhos corrigidos são algumas das funções do professor. E essas tarefasgestão de tempo burocráticas demandam um tempo significativo da aula, mas podem ser otimizadas.

A chamada, por exemplo, pode ser feita durante uma atividade, enquanto os alunos resolvem um exercício. Se você conhecer bem a classe, não precisa nem de chamar os estudantes pelo nome. Basta observar e marcar presença para quem está na sala.

Quanto a entrega de provas ou trabalhos, é possível deixar essa tarefa para o final da aula. Em seu planejamento, reserve cerca de 10 a 15 minutos para dar o feedback e resolver as dúvidas dos estudantes. Assim você não corre o risco de perder muito tempo com discussões que possam se prolongar.

5. Aproveite os recursos à disposição

Outra forma de otimizar o tempo em sala de aula é aproveitando os recursos que você tem a sua disposição. A tecnologia, por exemplo, pode ser uma grande aliada nessa hora. Pense nas possibilidades: por que perder tempo escrevendo textos, questões ou desenhando esquemas na lousa se você pode levar quase tudo pronto em slides?

Embora seja uma medida bastante simples, isso já contribui para que sua gestão de tempo seja mais eficiente. O mesmo vale para vídeos e conteúdos interativos. Além de otimizar o tempo, os recursos tecnológicos costumam prender a atenção dos estudantes, o que torna as aulas mais produtivas.

A tecnologia também pode ser empregada para explorar conceitos inovadores, como o da sala de aula invertida. Basicamente, trata-se de incentivar o estudo online da matéria antes da aula ser dada. Assim, o estudante pode trazer suas dúvidas para colaborar com o avanço da disciplina.

Você também pode experimentar outras possibilidades a fim de tornar a aula mais prazerosa e enriquecedora. Entre as alternativas estão as atividades fora da sala, passeios, dinâmicas de grupo, entre outras.

Esperamos que este artigo possa contribuir para que seu tempo seja muito bem aproveitado a partir de agora. Se você gostou, compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais!

Compartilhe:

Avenida Dom Pedro II 3973 SL 401 Carlos Prates Belo Horizonte/MG CEP: 30710-535

0800 944 5006

(31) 97584-3344

atendimento@institutoipb.com.br