Como escolher os melhores cursos de extensão EaD?

cursos de extensão

Em um mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo, destacam-se os profissionais mais qualificados. Por isso é que muitos buscam cursos de especialização e MBA. Uma outra alternativa são os cursos de extensão ead. Eles são ótimos para quem procura uma formação rápida para se atualizar ou aprender algo novo.

Esse tipo de curso pode ser feito durante a graduação ou depois. A vantagem é que, normalmente, a carga horária é reduzida e o investimento é baixo se comparado a uma pós-graduação. Há, inclusive, cursos gratuitos. Assim, se o aluno quiser, pode fazer vários e agregar uma série de certificações ao seu currículo.

Mas, você sabe exatamente o que é e como funciona um curso de extensão? E o que deve ser levado em conta na hora de escolher uma certificação desse tipo? Foi para tirar essas dúvidas que preparamos este artigo. Acompanhe!

O que são cursos de extensão EaD e onde encontrá-los?

cursos de extensão Os cursos de extensão ead servem para complementar a formação acadêmica ou profissional do estudante. Trata-se de uma modalidade de curta duração, geralmente focada em aspectos e práticas específicos da profissão.

Esse tipo de curso é oferecido pelas instituições de ensino superior credenciadas ao Ministério da Educação (MEC). Mas, diferente de uma graduação ou de uma pós, não há regulamentação para esta modalidade.

Justamente por isso, a oferta de atividades de extensão é grande. Afinal, não existe carga horária mínima, nem modelos a serem seguidos. Tanto que esses cursos podem ser presenciais, à distância, e em formato de aula, oficina, workshop etc.

Diferença entre extensão e curso livre

A distinção entre esses dois tipos de curso está ligada ao fato de que a extensão é oferecida somente por instituições credenciadas ao MEC. Assim, toda prática abaixo de 360 horas (o mínimo para uma pós-graduação) pode ser classificada como um curso de extensão.

Os cursos livres, por sua vez, são oferecidos por qualquer pessoa física ou jurídica. Não é difícil de encontrar esse tipo de conteúdo sendo vendido, afinal, há uma infinidade de cursos disponíveis. A maioria oferece certificado, que pode ser incluído no currículo profissional, mas que não tem validade acadêmica.

O valor do certificado de extensão EaD

Todo curso de extensão ead confere ao aluno um certificado com o número de horas referente à duração da atividade. Esse é um dado importante já que as horas de atividade complementar são exigidas para a formação em muitos cursos de graduação.

Portanto, ao contrário de um curso livre, a certificação obtida em atividades de extensão tem valor acadêmico. Mas, cabe ressaltar que esse tipo de curso não se iguala a uma pós-graduação. Especializações e MBAs devem ter mais de 360 horas e atender uma série de exigências do MEC para que possam emitir diplomas válidos.

Como escolher o melhor curso de extensão?

A oferta de cursos de extensão é tão ampla que muitos estudantes têm dificuldade de encontrar aquele que melhor se encaixa em seu perfil. Por isso, elencamos os principais aspectos que devem ser considerados e avaliados antes de tomar uma decisão. Confira a seguir.

1. Informe-se sobre a duração do curso

A duração de um curso de extensão ead pode variar bastante. Existem aqueles que duram apenas um dia, uma semana e outros que chegam a dois ou três meses.

Sendo assim, o primeiro ponto a ser avaliado é a carga horária. Afinal, é preciso verificar se você tem disponibilidade para fazer o curso por completo.

2. Conheça o formato da atividade

Depois de analisar a carga horária do curso de extensão , é importante verificar o formato dessa atividade. Procure cursos de extensãosaber, por exemplo, se você terá de frequentar aulas presenciais ou participar de oficinas para obter o certificado.

Uma alternativa para quem tem pouco tempo ou horários incompatíveis com as atividades presenciais são os cursos à distância. Existem inúmeras opções de extensão oferecidas neste formato, com videoaulas e atividades online.

3. Atente-se para o foco do curso

Todo curso de extensão tem um foco bastante específico. Na área da educação, é possível encontrar cursos focados em práticas de gamificação ou outras atividades didáticas, por exemplo.

É importante ter em mente que esse tipo de formação serve para ensinar algo novo ao profissional, ou simplesmente atualizá-lo sobre novas práticas do mercado de trabalho. Portanto, verifique se você realmente tem interesse em aprender sobre o assunto e avalie como isso contribuirá para sua carreira.

4. Entenda o público-alvo e o objetivo

Toda atividade de extensão visa atingir um público específico. Isso porque esse tipo de curso tem como objetivo ensinar aspectos restritos de determinadas áreas.

Sendo assim, não faria sentido, por exemplo, que um estudante de Pedagogia se matriculasse em um curso sobre contabilidade e tributos.

Por isso, é fundamental verificar se você se encaixa no perfil de público-alvo para o qual o curso é oferecido. Caso contrário, é bom repensar se a atividade poderá, de fato, agregar algo a sua profissão ou formação acadêmica.

5. Analise seus objetivos profissionais

Depois de passar pelos filtros acima, procure analisar se o curso de extensão está mesmo alinhado aos seus objetivos profissionais. Isso é importante para garantir que os investimentos valerão a pena.

Não adianta empregar tempo e, eventualmente, dinheiro em uma formação como esta, se você não consegue enxergar a aplicação desses conhecimentos em sua vida acadêmica ou profissional.

6. Verifique se o curso emite certificado

Antes de se matricular em um curso de extensão, procure saber mais sobre o tipo de certificação que é oferecida. Posteriormente, esse documento poderá ser utilizado para comprovar o cumprimento de suas horas de atividades complementares, além de ser incorporado ao seu currículo acadêmico.

7. Informe-se sobre a instituição de ensino

Lembre-se que os cursos de extensão só podem ser oferecidos por instituições de ensino superior credenciadas ao MEC. Caso contrário, trata-se apenas de um curso livre, cuja certificação não possui valor acadêmico.

Por isso, é importante conhecer a instituição antes de se matricular. Procure saber mais sobre ela e, se tiver dúvidas quanto ao credenciamento, basta fazer uma consulta no site do MEC.

Conheça o Instituto Pedagógico Brasileiro

O Instituto Pedagógico Brasileiro (IPB) é uma instituição de ensino superior privada que oferece cursos voltados, principalmente, à área da educação. Há opções de extensão, graduação, pós-graduação, complementação pedagógica e segunda licenciatura.

Localizado em Belo Horizonte (MG) e presente em outros seis estados do Brasil, o IPB é credenciado ao MEC e membro da Associação Brasileira de Ensino a Distância (Abed). Além disso, conta com um corpo docente formado em sua totalidade por mestres e doutores, o que demonstra seu elevado padrão de qualidade.

Se você gostou deste artigo e quer acompanhar outros conteúdos como este, curta nossa página no Facebook para não perder nenhuma novidade!

Compartilhe:

Avenida Dom Pedro II 3973 SL 401 Carlos Prates Belo Horizonte/MG CEP: 30710-535

0800 944 5006

(31) 97584-3344

atendimento@institutoipb.com.br